Varal Solidário doou mais de 600 peças de roupa
Matéria via DS / Postado dia 12-07-2018

A dona de casa Alessandra Araújo da Silva, de Tubarão, estava passando ontem pela Praça 7 de Setembro, no Centro de Tubarão, quando encontrou expostas em varais roupas para doação. Com as temperaturas baixas, ela disse que era tudo o que estava precisando. 

“Passei por acaso e consegui escolher algumas roupas para mim. Agora, vou procurar se tem algo para meus filhos. Achei a iniciativa muito boa, vai ajudar muita gente”, comentou.

A realização do projeto Varal Solidário é da Escola Adventista de Tubarão, que promove a ação todos os anos. De acordo com a coordenadora pedagógica da escola, Cíntia de Jesus de Souza, as roupas são arrecadadas com os alunos, através de uma gincana. “Então, tudo o que foi arrecadado foi trazido para o varal para que a gente possa ajudar quem precisa”, diz.

Ao todo, mais de 600 peças foram arrecadadas para o varal, que ainda teve a contribuição de quem passou pelo local e trouxe algumas doações. “O projeto já tem como tema ‘Com solidariedade e amor, podemos transformar o frio em calor’. E o que mais encontramos nas pessoas aqui é solidariedade. 

Sempre é bem-vinda. Além disso, contamos com a importante participação dos nossos alunos, que estão nos ajudando muito neste projeto”, pontua Cíntia. “Eles participam ativamente desde a arrecadação das roupas, como hoje aqui com as doações. É lindo de se ver”, completa. 

O varal aconteceu só ontem, mas quem ainda quiser doar peças de roupas e calçados pode levá-los diretamente na Escola Adventista, e estes serão doados para famílias carentes.



Veja Também
Porto de Imbituba teve 16% de crescimento em 2018
Caratecas participam de prova
Copinha pode ter mais times de SC
Tráfico perto de escolas é alvo de operação

A dona de casa Alessandra Araújo da Silva, de Tubarão, estava passando ontem pela Praça 7 de Setembro, no Centro de Tubarão, quando encontrou expostas em varais roupas para doação. Com as temperaturas baixas, ela disse que era tudo o que estava precisando. 

“Passei por acaso e consegui escolher algumas roupas para mim. Agora, vou procurar se tem algo para meus filhos. Achei a iniciativa muito boa, vai ajudar muita gente”, comentou.

A realização do

leia mais ...