Pré-candidato reúne lideranças do Estado
Matéria via DS / Postado dia 16-04-2018

A pré-candidatura de Pepê Collaço a deputado estadual ganhou um novo patamar. Além dos Progressistas da Amurel, o presidente da Câmara de Vereadores teve confirmadas as adesões de correligionários de outras regiões, e também de lideranças de outros partidos da Amurel.

Membros do PPS, como o vereador Maurício da Silva e o diretor de trânsito de Tubarão Dionísio de Quadros, além do vereador Carlos Alexandre das Neves, o Xandão do PSDB, já declararam apoio.

Mais de 300 lideranças políticas de diversos municípios catarinenses estiveram reunidas em Gravatal no último sábado. O encontro serviu para fortalecer as alianças e alinhar as propostas do grupo na pré-campanha.

O objetivo é recuperar a cadeira deixada pelo ex-deputado e hoje prefeito de Tubarão Joares Ponticelli na Assembleia Legislativa. Se Pepê for eleito em outubro, a Amurel voltará a ter ao menos um deputado, já que hoje está sem representação na Alesc.

“Foi um evento importantíssimo, com grandes líderes de toda a região. Levantamos a bandeira do voto regional. A nossa região não tem nenhum representante na Assembleia Legislativa. É uma pena, um desprestígio muito grande para a Amurel. Isso causa um prejuízo no desenvolvimento econômico da região”, analisa Pepê.

“Que nosso esforço para colocar Tubarão nos trilhos possa ter reflexos na urna em favor da eleição do Pepê. Estou convencido de que a eleição dele é possível. Essa reunião demonstra a viabilidade de recuperar a cadeira. Não quero fazer um discurso da divisão, porque o Sul tem que se unir, mas não é possível que uma região tenha seis deputados e outra nenhuma”, destaca Joares, em comparação entre a Amurel e a Amrec, região de Criciúma.



Veja Também
Alternativas para o Paço são pensadas
Tubarão busca primeira vitória na Liga Futsal
Suspeitos de roubo de carros de luxo são presos

Uma quadrilha suspeita de estar envolvida em roubo de caminhonetes de luxo em cidades da região Sul, entre elas Tubarão, foi presa ontem. 

A prisão aconteceu em Criciúma, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC). Ao todo, quatro pessoas foram presas durante operação. 

Conforme o delegado responsável pelo caso, Yuri Miqueluzzi, o quarteto, que faz psrte do grupo especializado em roubos de caminhonetes de luxo, vinha sendo investigado desde novembro do ano passado. A prisão aconteceu na manhã de ontem, quando foram cumpridas uma dezena de buscas em diversos bairros, em ação conjunta das Divisões de Roubos e de Homicídios.

Ao todo, mais de 50 policiais civis da região Sul participaram da operação policial. A região de Criciúma e seu entorno vinham sendo alvos reiterados de roubos de caminhonetes e outros veículos de luxo. Segundo o delegado, o grupo vinha atuando com planejamento e organização, com uso de armas de fogo e veículos de apoio.

Em razão das buscas, outros materiais foram apreendidos para auxiliar nas investigações. “Com as prisões e posterior encerramento das investigações, há uma tendência de diminuição destes delitos”, informa o delegado, e completa que não foi possível ainda precisar quantos roubos aconteceram em Tubarão.

Artilheiro Magno Alves é apresentado