Greve dos Correios: em Tubarão, as agências atendiam normalmente
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 13-03-2018

Ontem, muitos funcionários dos Correios de Santa Catarina aderiram à mobilização nacional que paralisou as atividades da empresa. A maior parte das agências funcionou parcialmente, com alguns serviços suspensos e outros sem alteração. Em Tubarão, tanto as agências quanto o centro de distribuição operaram normalmente, sem alteração.

Uma assembleia que estava sendo realizada durante toda a tarde de ontem iria decidir pela continuidade ou não da greve no Estado. Mas até o fechamento desta edição, nenhuma decisão havia sido informada.

Os Correios enviaram uma nota oficial para prestar esclarecimentos à sociedade sobre a paralisação de empregados ocorrida ontem. “Mesmo reconhecendo que a greve é um direito do trabalhador, a empresa entende o movimento atual como injustificado e ilegal, pois não houve descumprimento de qualquer cláusula do acordo coletivo de trabalho da categoria. Com o objetivo de ganhar a opinião pública, as representações dos trabalhadores divulgaram uma extensa pauta de reivindicações, que nada têm a ver com o verdadeiro motivo da paralisação de hoje: a mudança na forma de custeio do plano de saúde da categoria”, dizia a nota. 

Ainda segundo a nota, “o assunto foi discutido exaustivamente com as representações dos trabalhadores, desde outubro de 2016, tanto no âmbito administrativo quanto em mediação pelo Tribunal Superior do Trabalho, que apresentou proposta aceita pelos Correios, mas recusada pelas representações dos trabalhadores. Após diversas tentativas de acordo sem sucesso, a empresa se viu obrigada a ingressar com pedido de julgamento no TST”, destaca. 

A nota ainda ressaltava que a paralisação parcial, iniciada ontem por alguns sindicatos da categoria, “ainda não tem reflexos nos serviços de atendimento dos Correios. Até o momento, todas as agências, inclusive nas regiões que aderiram ao movimento, estão abertas e todos os serviços estão disponíveis. Em Santa Catarina, 91,2% do efetivo estadual está presente e trabalhando – ou seja, 3427 empregados. Não temos registro de unidades sem atendimento”, conclui.



Veja Também
Waguinho projeta duelo difícil: ‘dois times fortes’
Homem é assaltado enquanto esperava lanche

Um homem de 32 anos foi assaltado na madrugada de ontem, em Tubarão. De acordo com a Polícia Militar (PM), ele relatou que aguardava seu lanche em um estabelecimento, na avenida Pedro Zapelini, quando foi abordado por dois homens encapuzados. Com uma arma em mãos, a dupla desceu de uma caminhonete Range Rover, com placas de Capão da Canoa, do Rio Grande, e anunciou o crime. 

Eles mandaram a vítima entregar a caminhonete Hilux, o celular, o dinheiro e falaram para que corresse, caso contrário atirariam. Depois do assalto, na manhã de ontem, o carro foi recuperado. O veículo estava em Jaguaruna. 

No dia anterior, outro assalto semelhante foi registrado em Jaguaruna. O carro foi recuperado em Arroio do Silva, e três homens foram presos. O rastreador do veículo contribuiu para a localização dos envolvidos. No assalto de ontem, os suspeitos perguntaram à vítima se o carro possuía rastreador.

Sinalização será iniciada em Tubarão

A Polícia Militar de Tubarão vai iniciar na próxima semana, em conjunto com a prefeitura, a colocação das placas de sinalização para dar início à fiscalização com câmeras na cidade. Conforme o DS trouxe com exclusividade na edição de ontem, a vistoria através do videomonitoramento terá início em agosto.

Inicialmente, dez pontos serão monitorados por meio de uma central instalada na sede do Batalhão da Polícia Militar. Nos pontos definidos, serão fixadas placas sobre a fiscalização e, em seguida, será entregue um material informativo, que está em fase de produção. Logo depois, as orientações serão distribuídas, ao longo do mês de julho, em blitzes educativas, que serão feitas pela PM. 

“Quando estiver efetivado, por meio deste sistema será possível identificar infrações de trânsito, como ultrapassagens indevidas, avanços de sinal, acidentes, estacionamento em local proibido, entre outros atos que prejudicam muitas pessoas. É uma ferramenta que já existe e que agora será ainda melhor utilizada”, fala o gerente de Trânsito da prefeitura, Dionísio de Quadros, após reunião com o comando da PM de Tubarão.

Policiais palestram sobre drogas e álcool