Polícia apreende 600 kg de queijo irregular
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 13-01-2018

A Polícia Civil apreendeu aproximadamente 600 quilos de queijo na casa de um homem que era investigado por crime contra a saúde pública em Tubarão. Segundo a polícia, ele comprava queijos de um laticínio, retirava as embalagens originais e os manipulava para revendê-los como se fossem queijos coloniais de produção própria. 

Ainda de acordo com a Polícia Civil, parte dos queijos era embalada com o rótulo de um laticínio, de forma clandestina. O produto irregular era vendido no Mercado Produtor de Tubarão.

“Todos os processos realizados pelo investigado eram feitos em desacordo com os procedimentos sanitários legais, o que torna o produto potencialmente danoso à saúde humana”, informou a polícia.

O homem, de 54 anos, foi preso em flagrante na tarde de quinta-feira, quando a polícia cumpria mandados de busca e apreensão em sua residência, localizada no bairro Praia Redonda. No local foram encontradas 279 peças de queijo, somando cerca de 600 quilos.

Além disso, também foi encontrado um material de embalagem, rótulos e uma máquina seladora. A operação foi realizada pela delegacia de Trânsito e Crimes Ambientais de Tubarão, após investigações coordenadas pelos delegados William César Salles e Rubem Antônio Teston da Silva.

A apreensão foi acompanhada por membros da Vigilância Sanitária. O queijo apreendido foi destruído. O homem foi encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão.



Veja Também
Alternativas para o Paço são pensadas
Tubarão busca primeira vitória na Liga Futsal
Suspeitos de roubo de carros de luxo são presos

Uma quadrilha suspeita de estar envolvida em roubo de caminhonetes de luxo em cidades da região Sul, entre elas Tubarão, foi presa ontem. 

A prisão aconteceu em Criciúma, através da Divisão de Investigação Criminal (DIC). Ao todo, quatro pessoas foram presas durante operação. 

Conforme o delegado responsável pelo caso, Yuri Miqueluzzi, o quarteto, que faz psrte do grupo especializado em roubos de caminhonetes de luxo, vinha sendo investigado desde novembro do ano passado. A prisão aconteceu na manhã de ontem, quando foram cumpridas uma dezena de buscas em diversos bairros, em ação conjunta das Divisões de Roubos e de Homicídios.

Ao todo, mais de 50 policiais civis da região Sul participaram da operação policial. A região de Criciúma e seu entorno vinham sendo alvos reiterados de roubos de caminhonetes e outros veículos de luxo. Segundo o delegado, o grupo vinha atuando com planejamento e organização, com uso de armas de fogo e veículos de apoio.

Em razão das buscas, outros materiais foram apreendidos para auxiliar nas investigações. “Com as prisões e posterior encerramento das investigações, há uma tendência de diminuição destes delitos”, informa o delegado, e completa que não foi possível ainda precisar quantos roubos aconteceram em Tubarão.

Artilheiro Magno Alves é apresentado