Fatma divulga novo relatório e cinco praias da região estão impróprias
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 13-01-2018

A Fundação do Meio Ambiente (Fatma) emitiu nessa sexta-feira o quinto relatório das condições das praias desta temporada de verão. As coletas foram feitas entre os dias 8 e 12 e, dos 215 pontos avaliados, 62,8% (135) estão próprios para banho. Na região, aumentaram o número de pontos impróprios. 

Em Imbituba, a Praia do Porto (ponto 08) continua imprópria para banho. Neste relatório foram ainda acrescidas a Lagoa da Ibiraquera (ponto 02) e a Praia da Ribanceira (ponto 04), que se apresentaram impróprias. Já em Laguna, duas praias estão no relatório como impróprias. A Lagoa de Cabeçudas (ponto 04) e, novamente, a Prainha do Farol de Santa Marta (ponto 09). 

De acordo com o quinto relatório, dos 75 pontos avaliados em Florianópolis, 45 (60%) estão próprios para banho. No restante do Litoral, 90 (64,3%) locais analisados estão aptos aos banhistas. Em relação ao relatório passado, 14 pontos em toda a costa de Santa Catarina passaram a ser impróprios, e 20 mudaram para próprios.

Apesar do aumento dos pontos próprios para banho em relação à análise da semana passada, os técnicos alertam que algumas coletas foram feitas antes da grande quantidade de chuva que caiu nos últimos dias. “Cumprimos um cronograma de coletas independente das condições climáticas. Sempre alertamos para que os banhistas evitem o banho de mar, principalmente se for próximo a saídas de rios e galerias pluviais, por um período de até 24h após as chuvas, mesmo que no local tenha uma placa afirmando que está próprio para banho”, avisa o técnico de laboratório Marlon Daniel da Silva.



Veja Também
Peixe terá duelo difícil na estreia em casa
Ladrões queimam casa após furto
Homicídio é investigado após identificação de corpo
Pais recebem orientação sobre desaparecimento

Crianças que estiverem no litoral da região, durante este final de semana, receberão pulseira de identificação e folders com dicas de prevenção sobre desaparecimento. A campanha está na segunda edição e chega neste sábado e domingo às praias de Laguna, Jaguaruna e Garopaba. Este trabalho de orientação e divulgação segue até o final da Operação Veraneio.
Uma delegacia móvel também foi disponibilizada para atender o projeto. O veículo está presente nos locais de maior fluxo de turistas e banhistas, nas sextas-feiras, sábados e domingos, cada dia em uma cidade diferente. O objetivo é alertar os pais ou responsáveis para redobrar a vigilância com seus filhos na praia, onde o índice de crianças perdidas e desaparecidas aumenta nesta época do ano.
A polícia alerta que para evitar casos de desaparecimento é preciso seguir algumas orientações, entre as quais ensinar a criança seu nome completo, nome dos seus responsáveis, seu endereço, telefone e referências. Caso a criança tenha dificuldades para memorizar, utilizar pulseiras de identificação com o nome dos pais e telefone é uma alternativa.
Além disso, outra orientação é evitar lugares muito lotados; em locais com piscinas, redobrar os cuidados. E, por fim, em caso de se perder da criança, procurar rapidamente um agente público devidamente identificado.