Papai Noel chega para abrilhantar a cidade
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 07-12-2017

Magia, encanto, música e alegria. Assim foi a noite de abertura do Natal em Tubarão, que teve o desfile com a chegada do Papai Noel. 

Para a pequena Natália Nogueira, de seis anos, a chegada do Bom Velhinho foi emocionante. “Vou aproveitar e deixar minha cartinha na casa do Papai Noel, pois me comportei este ano. E também achei tudo muito lindo, me emocionei”, diz a menina, que mora em Tubarão.

Para o então presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Felipe Nascimento, a chegada do Papai Noel culminou com a abertura do comércio em horário especial. “Lançamos também a campanha natalina, na qual serão sorteados três cruzeiros na costa brasileira, e na praça de Natal haverá atividades diversas, enfim, tudo para a família. Estamos construindo um Tubarão diferenciado e o objetivo é termos o melhor e maior Natal do Sul de Santa Catarina”, reforça. 

O desfile saiu do bairro Oficinas, percorrendo ruas da cidade até chegar ao Centro, na Praça 7. “A parceria com a prefeitura, Unisul e Sindimad foi fundamental para oferecermos a toda a região um grande Natal e isto pode ser visto nas ruas”, acrescenta Felipe. 

Hoje e amanhã o horário será das 9h às 22h. No sábado, o horário será até as 17h, e no domingo, das 16h às 22h. No período de 11 a 15 de dezembro (segunda a sexta), o horário será das 9h às 22h, e no dia 16, das 9h às 17h. No domingo, o comércio de Tubarão abre das 16h às 22h.



Veja Também
Argel chega ao Criciúma confiante com o grupo
Estagiária salva mulher atacada por abelhas

A estagiária Nayara Torres Tramontin, lotada no cartório da 2ª Vara Cível da comarca de Tubarão, praticou um ato de heroísmo na tarde de quinta-feira após salvar uma mulher que sofria um ataque de abelhas na área no entorno do Fórum da cidade. A vítima levava a sobrinha para a escola, em um carrinho de bebê, quando a movimentação de trabalhadores que limpavam um terreno baldio, nas proximidades, alvoroçou uma colmeia. Os insetos, em enxame, passaram a atacar as pessoas.

Um dos operários conseguiu tirar a criança do carrinho e trancou-se com ela na cabine do caminhão que utilizavam. A mulher não teve a mesma sorte e sofria o ataque das abelhas quando a estagiária correu até ela e conseguiu trazê-la para o interior do Fórum. Lá, outro servidor, com curso de primeiros socorros, prestou atendimento até que o Samu fosse acionado.

A mulher levou em torno de 30 picadas na cabeça e nos braços e precisou ser levada para um tratamento especializado em um hospital da região. Ficou o restante do dia em observação, foi medicada e, posteriormente, liberada.

Carreta Cinema estará em Laguna
Peixe e Leão duelam neste domingo