Asfalto começa a ser colocado no Farol de Santa Marta
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 14-11-2017

Até o início de dezembro, a pavimentação do acesso ao Farol de Santa Marta, em Laguna, deve estar pronta. Essa é a promessa do secretário de Estado da Infraestrutura, Luiz Fernando Cardoso, o “Vampiro”. Na segunda-feira, o asfalto começou a ser colocado e a espera histórica de décadas ganha forma.

O visual é realmente animador. O trecho de 2,6 quilômetros, historicamente um caminho de poeira, buracos e pedras, está recebendo a ‘manta preta’. “Apesar de ser um trecho pequeno, é uma obra de grande importância para a cidade, não somente para os turistas, mas para os moradores, que vão usufruir também da ciclofaixa que está sendo realizada”, opina Vampiro.

Além da estrada asfaltada, no trecho haverá uma ciclofaixa de 2,5 metros de largura, pista de caminhada de um metro, à direita, e o deck de madeira tratada, com visual para o mar, nos metros finais da estrada. “A única parte que deve demorar um pouco mais será o deck. Mas, o restante, queremos deixar pronto até dezembro”, diz o secretário.

O investimento da obra é de R$ 3,9 milhões e faz a ligação do Farol com a SC-100. A obra paralisou em 2013 por desistência da empresa contratada na época e o processo foi retomado com nova licitação em janeiro e entrega da ordem de serviço em maio desse ano. As obras, então, foram retomadas no dia 31 de maio, depois de a ordem de serviço ter sido entregue pelo governador Raimundo Colombo.



Veja Também
Peixe terá duelo difícil na estreia em casa
Ladrões queimam casa após furto
Homicídio é investigado após identificação de corpo
Pais recebem orientação sobre desaparecimento

Crianças que estiverem no litoral da região, durante este final de semana, receberão pulseira de identificação e folders com dicas de prevenção sobre desaparecimento. A campanha está na segunda edição e chega neste sábado e domingo às praias de Laguna, Jaguaruna e Garopaba. Este trabalho de orientação e divulgação segue até o final da Operação Veraneio.
Uma delegacia móvel também foi disponibilizada para atender o projeto. O veículo está presente nos locais de maior fluxo de turistas e banhistas, nas sextas-feiras, sábados e domingos, cada dia em uma cidade diferente. O objetivo é alertar os pais ou responsáveis para redobrar a vigilância com seus filhos na praia, onde o índice de crianças perdidas e desaparecidas aumenta nesta época do ano.
A polícia alerta que para evitar casos de desaparecimento é preciso seguir algumas orientações, entre as quais ensinar a criança seu nome completo, nome dos seus responsáveis, seu endereço, telefone e referências. Caso a criança tenha dificuldades para memorizar, utilizar pulseiras de identificação com o nome dos pais e telefone é uma alternativa.
Além disso, outra orientação é evitar lugares muito lotados; em locais com piscinas, redobrar os cuidados. E, por fim, em caso de se perder da criança, procurar rapidamente um agente público devidamente identificado.