Cruzeiro e Coritiba ficam no empate no Sub-20
Matéria via Notisui / Postado dia 13-10-2017

Goleiro de Braço do Norte, Arthur Henrique Bittencourt fez boas defesas e, com isso, ajudou o Coxa a ter a vantagem no próximo jogo

 

Jailson Vieira
Belo Horizonte (MG)

 

O jogo desta quinta-feira do Campeonato Brasileiro Sub-20 teve um personagem que mais uma vez se destacou na competição. Durante toda a temporada, o goleiro Arthur Henrique Bittencourt, de 20 anos, tem feito a diferença no Coritiba. O jovem arqueiro do Coxa é de Braço do Norte e há dois anos defende a equipe do Paraná.

Ontem, no primeiro jogo das finais da competição contra o Cruzeiro, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, Minas Gerais, o braçonortense realizou grandes defesas para impedir que a Raposa abrisse vantagem para a disputa da próxima semana. O defensor compareceu nos momentos em que o Coritiba mais precisou dele. 

Diante do seu torcedor, o Cruzeiro iniciou a partida em cima do Coritiba no campo de ataque. Com mais volume, os donos da casa dominaram as ações nos primeiros  minutos, porém, esbarraram na forte marcação dos visitantes, que apostavam nos contra-ataques. Bem posicionado em campo, a equipe do Sul criou a primeira chance aos 19 minutos, mas Gustavo Índio cabeceou com perigo para fora. Com dificuldades para passar o bloqueio defensivo, o Cruzeiro respondeu em finalização de longe, aos 22 minutos, mas Nonoca mandou por cima do gol de Arthur.

Na etapa final, a equipe celeste voltou mais animada e quase abriu o placar aos dois minutos. Após chute de Nonoca, Jonata pegou o rebote, no entanto, o goleiro Arthur evitou o gol. Aos seis, em cobrança de pênalti, Marcelo colocou a Raposa na frente. Mesmo com a vantagem, o time mineiro não diminuiu o ritmo e foi em busca do segundo gol, entretanto, quem marcou foi o visitante. Aos 36 minutos, Tallison Kelven deixou tudo igual, 1 x 1.

Não foi a primeira vez que o braçonortense apareceu bem nos momentos em que o Coxa mais precisava, como fez nos últimos dias no duelo contra o São Paulo. Suas ótimas defesas contribuíram para essa classificação.



Veja Também
Argel chega ao Criciúma confiante com o grupo
Estagiária salva mulher atacada por abelhas

A estagiária Nayara Torres Tramontin, lotada no cartório da 2ª Vara Cível da comarca de Tubarão, praticou um ato de heroísmo na tarde de quinta-feira após salvar uma mulher que sofria um ataque de abelhas na área no entorno do Fórum da cidade. A vítima levava a sobrinha para a escola, em um carrinho de bebê, quando a movimentação de trabalhadores que limpavam um terreno baldio, nas proximidades, alvoroçou uma colmeia. Os insetos, em enxame, passaram a atacar as pessoas.

Um dos operários conseguiu tirar a criança do carrinho e trancou-se com ela na cabine do caminhão que utilizavam. A mulher não teve a mesma sorte e sofria o ataque das abelhas quando a estagiária correu até ela e conseguiu trazê-la para o interior do Fórum. Lá, outro servidor, com curso de primeiros socorros, prestou atendimento até que o Samu fosse acionado.

A mulher levou em torno de 30 picadas na cabeça e nos braços e precisou ser levada para um tratamento especializado em um hospital da região. Ficou o restante do dia em observação, foi medicada e, posteriormente, liberada.

Carreta Cinema estará em Laguna
Peixe e Leão duelam neste domingo