Família é rendida em assalto em TB
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 13-10-2017

Uma família de moradores do bairro São João, em Tubarão, foi rendida por assaltantes na madrugada desta quarta-feira. Eles foram amarrados e trancados em um dos cômodos da residência.

Segundo informações da Polícia Militar (PM), a família foi surpreendida no momento em que chegava em casa, por volta da 1h da madrugada. Três homens armados obrigaram as vítimas a entrarem na residência.

Os assaltantes fugiram levando o carro da família, um Kia Sportage, além de cheques, objetos de valor e uma quantia em dinheiro não divulgada. As vítimas só foram libertadas com a chegada dos policiais, que tiveram que arrombar a porta do quarto onde eles estavam presos.


Em Sangão

Praticamente no mesmo horário, três assaltantes invadiram uma residência na Estrada Geral de Sangãozinho, em Sangão. Ao perceber a presença dos criminosos, o morador se escondeu em um dos quartos. Os bandidos chegaram a tentar arrombar a porta do cômodo, mas não conseguiram.

Pouco depois, o alarme da casa disparou e os assaltantes fugiram levando o carro da vítima, um Celta vermelho, e objetos roubados da residência. O trio ainda efetuou dois disparos de arma de fogo na fuga, mas ninguém se feriu.



Veja Também
Argel chega ao Criciúma confiante com o grupo
Estagiária salva mulher atacada por abelhas

A estagiária Nayara Torres Tramontin, lotada no cartório da 2ª Vara Cível da comarca de Tubarão, praticou um ato de heroísmo na tarde de quinta-feira após salvar uma mulher que sofria um ataque de abelhas na área no entorno do Fórum da cidade. A vítima levava a sobrinha para a escola, em um carrinho de bebê, quando a movimentação de trabalhadores que limpavam um terreno baldio, nas proximidades, alvoroçou uma colmeia. Os insetos, em enxame, passaram a atacar as pessoas.

Um dos operários conseguiu tirar a criança do carrinho e trancou-se com ela na cabine do caminhão que utilizavam. A mulher não teve a mesma sorte e sofria o ataque das abelhas quando a estagiária correu até ela e conseguiu trazê-la para o interior do Fórum. Lá, outro servidor, com curso de primeiros socorros, prestou atendimento até que o Samu fosse acionado.

A mulher levou em torno de 30 picadas na cabeça e nos braços e precisou ser levada para um tratamento especializado em um hospital da região. Ficou o restante do dia em observação, foi medicada e, posteriormente, liberada.

Carreta Cinema estará em Laguna
Peixe e Leão duelam neste domingo