Chapecoense vence na Arena Condá, quebra jejum de vitórias
Matéria via G1 SC / Postado dia 17-07-2017

o confronto entre dois times em um longo jejum, a Chapecoense conseguiu respirar na luta para fugir dos últimos lugares no Campeonato Brasileiro. Túlio de Melo, dois minutos depois de entrar na etapa final, e Lucas Marques, nos acréscimos, marcaram na vitória por 2 a 0, neste domingo, na Arena Condá, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado complica ainda mais a crise vivida pelo Tricolor.

O triunfo em casa faz a Chapecoense pular para 18 pontos e abrir vantagem para a zona do rebaixamento. Além de seguir sem vencer sob o comando de Dorival Júnior (um empate e uma derrota), o São Paulo permanece entre os quatro últimos do torneio, com apenas 13 pontos.

Chapecoense e São Paulo foram a campo com duas longas sequências de resultados ruins. Os catarinenses não venciam desde 14 de junho, 2 a 1 diante do Vasco. Neste período, foram sete jogos de jejum (cinco derrotas e dois empates). O Tricolor acumula agora nove duelos sem vitórias (quatro empates e cinco derrotas) – o último resultado positivo foi obtido em 8 de junho, por 2 a 0 sobre o Vitória.

Os times voltam a jogar na próxima quarta-feira. A Chapecoense enfrenta o Santos, às 19h30, na Vila Belmiro. O São Paulo recebe o Vasco, às 21h45, no Morumbi.

 
Lance da partida entre Chapecoense e São Paulo (Foto: Tarla Wolski/Futura Press)
 

Chapecoense e São Paulo fizeram um primeiro tempo nivelado por baixo. Muito desfalcado, o time catarinense concentrou as tentativas pelo lado direito, com Seijas e Apodi. O venezuelano, aliás, foi quem criou a melhor chance ao chutar uma falta que acertou a trave em vacilo de Renan Ribeiro. Luiz Antônio também levou perigo em uma cobrança de falta que o goleiro pegou. O Tricolor paulista mostrou uma dinâmica melhor do que nas últimas rodadas, mas sem empolgar. Gómez, em jogada ensaiada, e Pratto, em belo chute de fora da área, pararam em boas defesas de Jandrei.

 

O desempenho das equipes na segunda etapa caiu ainda mais, principalmente pelo grande número de passes errados. Vinícius Eutrópio, então, tentou dar mais força ao ataque. E conseguiu com uma rapidez impressionante. Túlio de Melo entrou aos 15 minutos e aos 17 abriu o placar de cabeça em lance que Junior Tavares não acompanhou.

Aos 29, o São Paulo reclamou de um pênalti não marcado de Grolli em Pratto. O Tricolor em nenhum momento mostrou força para reagir. Dorival ainda colocou Marcinho, Douglas e Lucas Fernandes, mas de nada adiantou. Junior Tavares, aos 46, perdeu a bola na defesa, e Lucas Marques bateu forte no canto direito de Renan Ribeiro para fazer o segundo e assegurar a vitória.



Veja Também
Vende-se apartamento no mar grosso em Laguna
Karatê conquista medalhas no 1º dia
Sinalização permite volta de táxis em rodoviária
Semana será um pouco mais quente

Ao contrário da última semana que começou gelada em praticamente todo o Estado catarinense, nesta as temperaturas devem subir um pouco mais. Hoje, a condição é de formação de nevoeiros pela manhã, com sol no período da tarde e tempo seco, persistindo também à noite.
A temperatura sobe gradativamente em relação aos dias anteriores, porém, ainda ficará baixa no início do dia e fim da noite, principalmente no Planalto e Meio Oeste do Estado. A frente fria avança pelo oceano. Em Tubarão e região, a mínima deve ser de 7ºC, enquanto a máxima, 27ºC.
Para amanhã, quarta e quinta-feira, o tempo seco irá persistir, registrando apenas formação de nevoeiro pela manhã. Nestes dias, não há indicativo de chuva. As temperaturas, por sua vez, sofrerão maior elevação nas tardes de amanhã e quarta, chegando a 27ºC no Litoral e Extremo Oeste. Na quinta, pode sofrer leve queda.
Nestes três dias, na região, os termômetros também irão variar bastante: 12ºC a 26ºC amanhã; 14ºC a 25ºC na quarta; e 13ºC a 22ºC na quinta.
Os indicativos para os últimos dias de julho e primeira semana de agosto são de tempo seco e temperatura amena predominando no início do período, devido à influência de um sistema de alta pressão sobre o Sul do Brasil.
A partir do dia 2, os indicativos são de uma frente fria avançando pelo Estado, causando chuva em todas as regiões e posterior queda na temperatura. Queda mais acentuada na temperatura deve ocorrer no dia 6, devido a uma massa de ar frio.