Waguinho está de volta ao Atlético Tubarão
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 15-07-2017

Um dos responsáveis pela campanha de permanência do Tubarão na Série A do Catarinense de 2017 e da conquista da vaga para a Série D do Brasileiro, o técnico Waguinho Dias acertou seu retorno ao clube. Ele já começa em conjunto com a direção a elaborar a montagem do elenco para a próxima temporada.

“Hoje está sendo um dos dias mais felizes da minha vida. Aceitei voltar pelo projeto, pela organização, pelo torcedor. Começando cedo, tentando formar desde o início um grupo forte, temos tudo para fazer uma grande campanha no Catarinense”, destaca o técnico.
Waguinho chegou ao clube na metade de fevereiro e estreou com vitória: 2 a 0 em cima do Joinville no Domingos Silveira Gonzales. Depois disso foram mais 12 jogos e 18 pontos conquistados que garantiram o sexto lugar geral para o Peixe. Nos três meses longe do Tubarão, o treinador comandou o PFC Cajazeiras e levou a equipe até a final da Série B do Campeonato Baiano.

“O Waguinho fez um grande trabalho no primeiro semestre. Já tínhamos o interesse mútuo para a sua volta. Ele chega com bastante antecedência para nos auxiliar na montagem do grupo de jogadores”, comenta o presidente do Clube Atlético Tubarão SPE, Luiz Henrique Martins Ribeiro.

Além do treinador, o preparador físico Agenor Junqueira, que trabalhou no Tubarão com Waguinho no primeiro semestre, também está de volta. O novo auxiliar já é conhecido no Peixe: Fernando Gil, técnico do sub-20, que neste momento de transição continuará comandando o júnior. Edson da Silva, o Edinho, também segue na nova comissão técnica.



Veja Também
Argel chega ao Criciúma confiante com o grupo
Estagiária salva mulher atacada por abelhas

A estagiária Nayara Torres Tramontin, lotada no cartório da 2ª Vara Cível da comarca de Tubarão, praticou um ato de heroísmo na tarde de quinta-feira após salvar uma mulher que sofria um ataque de abelhas na área no entorno do Fórum da cidade. A vítima levava a sobrinha para a escola, em um carrinho de bebê, quando a movimentação de trabalhadores que limpavam um terreno baldio, nas proximidades, alvoroçou uma colmeia. Os insetos, em enxame, passaram a atacar as pessoas.

Um dos operários conseguiu tirar a criança do carrinho e trancou-se com ela na cabine do caminhão que utilizavam. A mulher não teve a mesma sorte e sofria o ataque das abelhas quando a estagiária correu até ela e conseguiu trazê-la para o interior do Fórum. Lá, outro servidor, com curso de primeiros socorros, prestou atendimento até que o Samu fosse acionado.

A mulher levou em torno de 30 picadas na cabeça e nos braços e precisou ser levada para um tratamento especializado em um hospital da região. Ficou o restante do dia em observação, foi medicada e, posteriormente, liberada.

Carreta Cinema estará em Laguna
Peixe e Leão duelam neste domingo