Caminhão pega fogo
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 15-07-2017

Um caminhão pegou fogo às margens da BR-101, no bairro São Cristóvão, em Tubarão, na manhã desta sexta-feira. O veículo, modelo Volkswagen, com placas de Pescaria Brava, teve a cabine e parte do baú destruídas.

O Corpo de Bombeiros, acionado por volta das 8h30, usou cerca de 2.500 litros de água para combater as chamas. Não foram registradas vítimas na ocorrência.

O caminhão transportava latões vazios de produtos diversos e ficou sob os cuidados da Polícia Rodoviária Federal (PRF). As causas do incêndio não foram divulgadas.



Veja Também
Vende-se apartamento no mar grosso em Laguna
Karatê conquista medalhas no 1º dia
Sinalização permite volta de táxis em rodoviária
Semana será um pouco mais quente

Ao contrário da última semana que começou gelada em praticamente todo o Estado catarinense, nesta as temperaturas devem subir um pouco mais. Hoje, a condição é de formação de nevoeiros pela manhã, com sol no período da tarde e tempo seco, persistindo também à noite.
A temperatura sobe gradativamente em relação aos dias anteriores, porém, ainda ficará baixa no início do dia e fim da noite, principalmente no Planalto e Meio Oeste do Estado. A frente fria avança pelo oceano. Em Tubarão e região, a mínima deve ser de 7ºC, enquanto a máxima, 27ºC.
Para amanhã, quarta e quinta-feira, o tempo seco irá persistir, registrando apenas formação de nevoeiro pela manhã. Nestes dias, não há indicativo de chuva. As temperaturas, por sua vez, sofrerão maior elevação nas tardes de amanhã e quarta, chegando a 27ºC no Litoral e Extremo Oeste. Na quinta, pode sofrer leve queda.
Nestes três dias, na região, os termômetros também irão variar bastante: 12ºC a 26ºC amanhã; 14ºC a 25ºC na quarta; e 13ºC a 22ºC na quinta.
Os indicativos para os últimos dias de julho e primeira semana de agosto são de tempo seco e temperatura amena predominando no início do período, devido à influência de um sistema de alta pressão sobre o Sul do Brasil.
A partir do dia 2, os indicativos são de uma frente fria avançando pelo Estado, causando chuva em todas as regiões e posterior queda na temperatura. Queda mais acentuada na temperatura deve ocorrer no dia 6, devido a uma massa de ar frio.