Grupo é condenado por praticar estelionato
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 15-07-2017

Um grupo envolvido em um esquema de golpes em Tubarão foi condenado por estelionato e associação criminosa. Foram seis condenações, uma a seis anos e oito meses de reclusão e as outras cinco com a mesma pena: cinco anos, nove meses e dez dias.

O crime foi descoberto em 2009, após atuação da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Tubarão. O esquema de estelionato envolvia o golpe conhecido como “arara”.

Os estelionatários falsificavam documentos de pessoas físicas e jurídicas para fazer compras com fornecedores de diversas partes do país e depois não pagavam as contas. A ação criminosa causou um prejuízo de mais de R$ 500 mil.

Na época, a Polícia Civil conseguiu recuperar cerca de 20% dos produtos obtidos com o esquema. Os criminosos compravam desde cestas básicas, brinquedos e roupas até materiais de construção civil.



Veja Também
Argel chega ao Criciúma confiante com o grupo
Estagiária salva mulher atacada por abelhas

A estagiária Nayara Torres Tramontin, lotada no cartório da 2ª Vara Cível da comarca de Tubarão, praticou um ato de heroísmo na tarde de quinta-feira após salvar uma mulher que sofria um ataque de abelhas na área no entorno do Fórum da cidade. A vítima levava a sobrinha para a escola, em um carrinho de bebê, quando a movimentação de trabalhadores que limpavam um terreno baldio, nas proximidades, alvoroçou uma colmeia. Os insetos, em enxame, passaram a atacar as pessoas.

Um dos operários conseguiu tirar a criança do carrinho e trancou-se com ela na cabine do caminhão que utilizavam. A mulher não teve a mesma sorte e sofria o ataque das abelhas quando a estagiária correu até ela e conseguiu trazê-la para o interior do Fórum. Lá, outro servidor, com curso de primeiros socorros, prestou atendimento até que o Samu fosse acionado.

A mulher levou em torno de 30 picadas na cabeça e nos braços e precisou ser levada para um tratamento especializado em um hospital da região. Ficou o restante do dia em observação, foi medicada e, posteriormente, liberada.

Carreta Cinema estará em Laguna
Peixe e Leão duelam neste domingo