Atleta de Tubarão busca vaga em mundial
Matéria via Diário do Sul / Postado dia 20-04-2017

A atleta Karolina Teixeira Bernardes, de Tubarão, vai participar de uma seletiva nacional para tentar uma vaga no mundial escolar que ocorre na França. Ela foi convocada pela Federação Catarinense de Atletismo e será uma das 12 atletas que vão tentar carimbar o passaporte para a disputa.

A seletiva será realizada no dia 28 deste mês, em Porto Alegre (RS). A tubaronense vai competir na prova de 400 metros rasos.

Revelada nos Jogos Escolares de Tubarão (Jetuba) em 2013, Karolina tem acumulado conquistas desde então. Em 2015, por conta de seu destaque no esporte, recebeu o Prêmio Salim Mussi Miguel, e com os índices alcançados nos Jogos Escolares de Santa Catarina participou, no ano passado, dos Jogos Escolares da Juventude, realizados em João Pessoa, na Paraíba.

“Para nós, é uma alegria imensa ver nossos atletas aproveitarem as oportunidades que lhes são dadas, e não mediremos esforços para que ela consiga alcançar o índice e representar o Brasil em uma competição internacional”, comemora o técnico Marcos Paulo Huber, da Associação Desportiva Recreativa Atletismo (Adra).

Com a missão de revelar talentos, a Adra tem crescido nos últimos anos, atuando em parceira com a Fundação Municipal de Esportes (FME).



Veja Também
Peixe terá duelo difícil na estreia em casa
Ladrões queimam casa após furto
Homicídio é investigado após identificação de corpo
Pais recebem orientação sobre desaparecimento

Crianças que estiverem no litoral da região, durante este final de semana, receberão pulseira de identificação e folders com dicas de prevenção sobre desaparecimento. A campanha está na segunda edição e chega neste sábado e domingo às praias de Laguna, Jaguaruna e Garopaba. Este trabalho de orientação e divulgação segue até o final da Operação Veraneio.
Uma delegacia móvel também foi disponibilizada para atender o projeto. O veículo está presente nos locais de maior fluxo de turistas e banhistas, nas sextas-feiras, sábados e domingos, cada dia em uma cidade diferente. O objetivo é alertar os pais ou responsáveis para redobrar a vigilância com seus filhos na praia, onde o índice de crianças perdidas e desaparecidas aumenta nesta época do ano.
A polícia alerta que para evitar casos de desaparecimento é preciso seguir algumas orientações, entre as quais ensinar a criança seu nome completo, nome dos seus responsáveis, seu endereço, telefone e referências. Caso a criança tenha dificuldades para memorizar, utilizar pulseiras de identificação com o nome dos pais e telefone é uma alternativa.
Além disso, outra orientação é evitar lugares muito lotados; em locais com piscinas, redobrar os cuidados. E, por fim, em caso de se perder da criança, procurar rapidamente um agente público devidamente identificado.