Beneficiários do BPC devem ficar atentos ao calendário de inscrição
Matéria via DS / Postado dia 12-02-2019

As pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e que não se inscreveram no cadastro único realizado até o último dia 31 de dezembro passarão a ser avisadas pelo governo federal, por meio de extrato bancário e cartas, sobre as novas datas-limite para o cadastramento no programa, de acordo com o mês de aniversário. Atenção: quem receber a notificação e não se inscrever no prazo estabelecido terá o benefício suspenso.

O cronograma prevê que os beneficiários que fazem aniversário nos meses de janeiro, fevereiro e março sejam notificados e possam realizar a inscrição no cadastro único até o dia 31 de março, sem que haja prejuízo no pagamento do benefício. Caso contrário, terão o benefício suspenso em abril.

Quem faz aniversário em abril, maio e junho terá até o dia 30 de junho para efetuar a inclusão e/ou atualização no cadastro único, para não ter o benefício suspenso em julho. Para os nascidos em julho, agosto e setembro, e que recebem o benefício, o prazo final para o cadastro é 30 de setembro, sob pena de suspensão do benefício em outubro. Os beneficiários que fazem aniversário em outubro, novembro e dezembro terão até o dia 31 de dezembro para estarem inseridos no cadastro único, para não terem seu benefício suspenso em janeiro de 2020.

De acordo com o cronograma e as novas regras, os beneficiários que tiverem o BPC suspenso poderão solicitar ao INSS a reativação do benefício assim que a inscrição no cadastro único for regularizada e, posteriormente, identificada. “Os beneficiários do BPC que ainda não estão inseridos no cadastro único, ou seu responsável legal, devem procurar atendimento nos Centros de Referência de Assistência Social mais próximos, sendo eles o Cras I Humaitá, o Cras II Passagem e o Cras III Oficinas, ou ainda no setor de cadastro único, localizado na Fundação Municipal de Desenvolvimento Social, para agendar sua inclusão ou atualização”, destaca a assistente social e coordenadora do setor, Gilmara Esterchotter Nunes.



Veja Também
Definidos os detalhes da Copa Sul
Lagunense com AME precisa de ajuda
Leão apresenta atacante Anderson Canhoto
Ginásio Salgadão pode ser reaberto em março