TODAS AS NOTÍCIAS
Prefeito recebe manifesto com sugestões para retomada gradual do setor produtivo
Aulas na rede municipal estão suspensas por mais 15 dias

A Fundação Municipal de Educação (FME) divulgou, nesta quarta-feira (1º), as novas medidas para o enfrentamento da pandemia novo coronavírus.

 

Em cumprimento ao Decreto nº 4.989, de 9/03/2020, foi definido que as aulas na rede municipal de Ensino de Tubarão continuam suspensas por mais 15 dias, a contar desta quinta-feira (2), período que poderá ser alterado, dependendo das orientações da Fundação Municipal de Saúde.

 

Em comunicado dirigido aos pais, os dirigentes da FME reforçaram que é “muito importante que os alunos sejam mantidos em conexão com as atividades escolares, mesmo que a distância. “Isso diminuirá, e muito, as dificuldades pedagógicas no momento do retorno das aulas presenciais”, reforça o diretor-presidente da FME, Maurício da Silva.

 

Junto com as diretoras das unidades escolares, foram tomadas também as seguintes decisões:

 

No caso de alunos e/ou famílias que não estão conectados com a internet, os pais apanharão apostila, na escola, no dia 02 de abril e devolverão as atividades resolvidas, também na escola, no dia 09 de abril, quando receberão nova apostila, e assim sucessivamente. Na impossibilidade de os pais apanharem as apostilas, e se diretora não obtiver outro meio, a Fundação Municipal de Educação apoiará. As medidas são extensivas para os alunos conectados à internet.

 

Outra orientação é para que as famílias utilizem a informação oficial: Centro de Operações de Emergências Municipais de Saúde (48) 3621-9618 e (48) 3621-9619. Polícia Militar, 190. Procon (48) 99600-4967, pois informações não oficiais favorecem aos aproveitadores e contribuem para agravar a crise.

 

O comunicado traz ainda orientações e dicas para evitar o contágio.

Coronavírus: Hospital de Laguna recebe repasse de R$ 150 mil
Quinta-feira terá chuva forte e ventos que podem chegar a 100 km/h no Litoral de SC
Central de Atendimento da Tubarão Saneamento retoma as atividades presenciais

A Tubarão Saneamento, responsável pelos serviços públicos de água e esgoto no município de Tubarão, retoma as atividades presenciais na Central de Atendimento ao Cliente, nesta quinta-feira (2), a partir das 13 horas. Com a retomada, a Concessionária cumpre a determinação do Decreto N° 525/2020 do Governo Estadual, que autoriza a operação dos serviços públicos e atividades essenciais.

A Concessionária informa que está acompanhando e seguindo rigorosamente todas as orientações das autoridades para minimizar os impactos causados pela pandemia do Covid-19, a fim de garantir a prestação dos serviços com segurança para os colaboradores, comunidades e parceiros.

Ainda assim, a Concessionária pede aos usuários para evitar o deslocamento e aglomerações, utilizando a loja comercial apenas nos casos estritamente necessários e quando possível, pré-agendados. Àqueles que precisarem de atendimento para informar vazamentos, atualizar cadastro, solicitar segunda via de fatura e outros, podem utilizar os canais de atendimento não presenciais, no whatsApp 99168 5827 ou Agência Virtual, que pode ser acessada no site tubaraosaneamento.com.br, ou pelos telefones 0800 648 9596 e 48 3052 7400, com atendimento 24 horas.

Federação acredita na manutenção do Catarinense
Maioria dos infectados tem entre 30 e 39 anos

O número de infectados por coronavírus em Santa Catarina, até ontem, subiu 7%. Os casos passaram de 219 para 235. O dado foi repassado durante coletiva com o governador Carlos Moisés. Ele destacou que a doença não tem acometido apenas a faixa etária considerada de risco, ou seja, os idosos.

Mas, no Estado, a maioria dos casos é de adultos na faixa dos 30 anos.

Conforme levantamento divulgado pelo governo do Estado, em Santa Catarina, até ontem, havia 59 casos confirmados de Covid-19, para infectados com idades entre 30 e 39 anos.

“Além disso, temos 34 casos de jovens entre 20 e 29 anos, e dois casos na faixa etária de dez a 19 anos. Os demais casos são 38, com idades entre 40 e 49 anos; 38 infectados entre 50 e 59 anos; já os idosos de 60 a 69 anos representam 42 doentes; 11 têm entre 70 e 79 anos; e sete têm entre 80 e 89 anos”, completa o governador.

Desses, 22 estão internados em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Também são duas mortes confirmadas pela doença em 20 dias. O primeiro óbito foi de um homem de 86 anos, de Porto Belo, e outro de 68 anos, de Joinville.

Ainda sobre os infectados, são 118 homens e 117 mulheres, divulgou o governador. Em relação aos suspeitos da doença, o número não é mais divulgado, porque a conta deixou de ser feita desde que a transmissão comunitária foi identificada em todas as regiões. “Os casos vão aumentar. Isso é certo.

O que queremos é reduzir a velocidade desse contágio”, diz Moisés, e completa que o isolamento segue.

Prefeitos lamentam não ter acesso à minuta

Ontem, o governo de Santa Catarina publicou o decreto que prorroga por mais sete dias as medidas de restrições ao convívio social em todo o Estado. O documento preserva todas as limitações já previstas no decreto anterior, mas estende seus efeitos até o dia 7 de abril. Na região, prefeitos seguem a determinação, porém lamentam não conseguirem ter acesso à minuta antes da publicação.

De acordo com o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli, no domingo, em webconferência com o governador Carlos Moisés, teria ficado acertado que os prefeitos avaliaram o documento. “Gostaríamos de ter tido acesso antes, mas não aconteceu. Agora, o que nos resta, como foi orientado pelo jurídico da Amurel, é que acatemos a determinação do governo do Estado”, diz Joares.

Famílias carentes receberão comida
Gravatal volta a registrar aparecimento de escorpião amarelo em residência
Retorno às atividades é solicitado

Diante da situação econômica e da prorrogação do decreto estadual para mais sete dias, entidades empresarias estão se unindo para buscar soluções quanto à retomada das atividades produtivas em Tubarão.

A ideia, segundo o presidente da CDL, Rafael Gomes Silvério, é formalizar um documento com proposições para a retomada dos negócios, seja do comércio, serviço ou indústria. A CDL já tem este documento relativo ao comércio com sugestões para retomada gradual, que será compilado aos das outras entidades como uma proposta unificada.

Rafael acentua que hoje o documento será entregue à prefeitura e ao governo do Estado. A intenção é que antes do dia 8 de abril seja possível retomar gradualmente com os serviços, resguardando a preocupação com a saúde das pessoas. Entre as ideias que integram o plano – e que ainda devem passar por aprovação dos lojistas – estão a higienização diária das fachadas das lojas e da calçada em frente por empresa especializada; lojas trabalhando com portas fechadas e, no máximo, 50% dos funcionários; drive thru para entrega de produtos como opção; e uso de máscaras e luvas para os colaboradores que têm contato direto com o cliente. Além disso, deverá haver controle de entrada dos clientes, com distanciamento entre eles.

Esta união de setores está centrada no Comitê de Desenvolvimento Econômico de Tubarão, liderado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Giovani Bernardo, e formado pelos setores produtivos.

Construção de soluções
O governo do Estado voltou a reunir o grupo de trabalho para discutir o plano de convívio, que inclui atividades econômicas. A novidade foi a adição de representantes da Federação Catarinense de Municípios (Fecam) e de entidades empresariais no debate sobre os próximos passos da futura abertura econômica em meio à pandemia do Covid-19. Segundo o chefe da Casa Civil, Douglas Borba, é preciso preparar desde já a reabertura do Estado. “Três questões são essenciais nesse ponto: o que será aberto? Quando isso acontecerá? E como, com quais medidas de segurança? Queremos ouvir todos os agentes envolvidos neste momento difícil para Santa Catarina. A colaboração na construção de soluções é fundamental”, disse.

Mega-Sena pode pagar R$ 4,8 milhões nesta quarta-feira