TODAS AS NOTÍCIAS
FCF divulga tabela completa da Copa Santa Catarina
Figueirense encerra jejum com vitória sobre o Guarani fora de casa
Caratecas conquistam 4 medalhas nos Joguinhos Abertos
Peixe: Técnico China Balbino é apresentado
Grupo se aventura por trilhas de SC
Camacho: obras na barra devem começar em agosto
Suspeito de matar Robson será ouvido

Está previsto para acontecer às 8h de hoje o interrogatório do suspeito de ter assassinado a facadas Robson Vieira, de 36 anos. O homem foi preso na quinta-feira, em Peruíbe, São Paulo. Ontem, ele foi trazido para Capivari de Baixo, local do crime. A morte de Robson aconteceu no dia 30 de junho. 

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Vandilson Moreira da Silva, o suspeito tem 32 anos, possui passagens pela polícia pelo uso de drogas, e é morador de Capivari de Baixo. Sobre a motivação do crime, o delegado diz que é preciso ouvir a versão do suspeito. Ainda conforme o delegado, 

Robson e o suspeito de sua morte eram amigos, e, nos dias que antecederam o assassinato, ambos foram vistos juntos e estavam em clima amigável.

Número de micro e pequenas empresas cresce
Vítima detém ladrão até chegada da PM

Um ladrão foi detido pela vítima do crime em Orleans. O caso aconteceu na noite de segunda-feira. Conforme a polícia, a vítima da tentativa de furto relatou à guarnição que estava em sua residência quando ouviu um barulho no quarto. Ao verificar a situação, deparou-se com um homem saindo correndo com o notebook na mão. 

O morador pediu a ajuda de amigos e conseguiu contê-lo em frente à residência da avó do criminoso, que fica no mesmo lote da vítima. Além do notebook, uma caixa de som havia sido furtada. O acusado foi algemado e encaminhado à delegacia de Polícia Civil de Lauro Müller.

Durante a condução, ele desferiu chutes dentro do compartimento trancado da viatura, danificando o local. Diante dos fatos, a guarnição lavrou boletim de ocorrência por furto e dano qualificado.

Ator de Tubarão estreia peça teatral no Rio
Companhia de Teatro participa de festival
Pai é suspeito de agredir bebê de apenas três meses

Um bebê de três meses está internado em estado grave no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. A menina de Capivari de Baixo está na UTI e apresenta afundamento de crânio e diversos hematomas. 

A suspeita é de que ela tenha sido agredida pelo próprio pai. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Vandilson Moreira da Silva, foram as equipes do hospital que acionaram a polícia e o Conselho Tutelar, após desconfiarem de agressões e maus-tratos, já que não foi a primeira vez que a menina deu entrada no hospital. 

O caso mais grave foi registrado ontem, quando a criança foi hospitalizada em Tubarão. “Ao que já apuramos, com apenas 20 dias de vida a menina foi internada e apresentou três costelas quebradas. Algum tempo depois, voltou ao hospital com convulsões. E hoje (ontem), chegou novamente na unidade hospitalar, só que, desta vez, em estado gravíssimo. Foi atendida e levada à Unidade de Terapia Intensiva”, informa Vandilson. 

Os pais, conforme o delegado, foram encaminhados à delegacia de Capivari de Baixo. Para a polícia, a mãe relatou inicialmente que os ferimentos da criança teriam sido provocados por uma queda. “Mas, conforme os médicos, a versão da mãe não foi compatível com o quadro de saúde apresentado pela bebezinha”, diz Vandilson. 

Até o fechamento desta edição, o estado de saúde da bebê era considerado gravíssimo, sendo que ela corria risco de morte. O caso é acompanhado pelo Conselho Tutelar da cidade, que, por sigilo, não pode repassar outras informações.

 

Mãe confessa que pai agrediu

Durante a tarde de ontem, conforme o delegado, os pais foram novamente ouvidos. “Então, a mãe confessou que foi o companheiro que praticou a conduta. O pai (da menina) foi preso em flagrante. Ele tem 25 anos”, diz o delegado. O homem foi preso por tentativa de homicídio, sendo encaminhado ao Presídio Masculino de Tubarão. Já a mãe responderá por maus-tratos em liberdade.