TODAS AS NOTÍCIAS
CEI Cantinho da Alegria é reformado
Calçadas recebem reparos, roçagem e limpeza
Procon orienta sobre documentos necessários para abertura de denúncia

O Procon de Tubarão orienta os consumidores sobre a realização de denúncias de fiscalização, referente aos produtos e serviços das empresas localizadas no município e quais são os documentos necessários para a ação.

 

Para a efetivação do registro de denúncia, ela deverá ser registrada pessoalmente no Procon, localizado na rua Nossa Senhora da Piedade, nº 39, no Centro; por e-mail, no endereço: procon@tubarao.sc.gov.br ou através do telefone: 3621-2818.

 

Assim, de forma a caracterizar a infração e para abertura de denúncia à fiscalização, é fundamental que o consumidor encaminhe ao Procon alguns documentos comprobatórios da irregularidade, como: nota fiscal, etiqueta, produto, recibo, foto e entre outros.

Laguna deve decretar emergência

A prefeitura de Laguna pode decretar, nos próximos dias, situação de emergência por conta dos problemas causados pela estiagem.

Na última semana, a secretaria de Pesca e Agricultura (Sepagri) do município realizou uma vistoria com a Defesa Civil nas comunidades de Ribeirão Pequeno, Madre e Ribeirão Grande. O objetivo foi verificar a situação da falta de água em nascentes e reservatórios por conta da estiagem.

De acordo com o secretário da Pasta, José Carlos Mendes, estão sendo preparados os documentos para solicitar o decreto devido aos transtornos gerados pela falta de chuva significativa nos últimos meses.

Por meio da Sepagri, a prefeitura de Laguna já forneceu 30 mil litros de água potável para a comunidade de Ribeirão Pequeno nas últimas semanas. Com a falta de chuva, algumas localidades que possuem fornecimento de água próprio começaram a sentir o problema no dia a dia. “A comunidade possui um terreno onde há uma nascente de água. Foi feita uma represa, mas com essa estiagem tem bem pouca água”, explicou o secretário.

Prejuízos na região
Outros municípios da região também estão sendo atingidos pela estiagem. Tubarão já decretou situação de emergência. Entre os problemas enfrentados está a salinização das águas do rio Tubarão. Em Braço do Norte, o município também já amarga prejuízos, principalmente na lavoura e na produção de leite. A prefeitura de São Ludgero também já foi em busca de recursos para ajudar no enfrentamento da crise causada pela estiagem.

“Cumprimos o que prometemos” diz Lucas Esperaldino
Segunda-feira começa com sol e baixas temperaturas no estado

O sol deve predominar em todas as regiões de Santa Catarina nesta segunda-feira (25). O amanhecer será de baixas temperaturas, principalmente nas regiões da Serra e Oeste catarinense.

Ao longo do dia, as temperaturas aumentam, mas não devem passar dos 24ºC em todo o estado. No Litoral Sul do estado, está previsto aumento de nuvens no decorrer do dia e rajadas de vento à noite.

Em Joinville, no Norte catarinense, os termômetros variam entre 14ºC e 24°C. No Vale do Itajaí, Blumenau deve ficar entre 9ºC e 22°C. Em Itajaí e em Florianópolis, a mínima prevista é de 10ºC e a máxima, de 23ºC.

No Sul catarinense, os termômetros ficam entre 8ºC e 23ºC em Criciúma. A temperatura pode chegar a 6ºC em Chapecó e não deve passar dos 16ºC.

Na Serra Catarinense, Lages tem as mínimas previstas de 4ºC e as máximas, de 14ºC.

Polícia apreende carga de cigarro contrabandeada em propriedade rural de SC
SC tem 105 mortes por Covid-19 e 6.696 casos confirmados da doença

Chegou a 105 o número de mortes causadas pelo novo coronavírus em Santa Catarina. O estado tem 6.696 casos confirmados da doença em 189 municípios, de acordo com um boletim divulgado pelo governo do estado na noite deste domingo (24). No sábado, eram 6.607, incluindo 103 mortes.

O número de pacientes recuperados de Covid-19 é de 3.941 em todo o estado e outros 2.650 permanecem em acompanhamento.

Em todo o estado, há 111 pacientes com coronavírus internados nos 1.210 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Sistema Único de Saúde (SUS). Neste domingo, a taxa de ocupação total dos leitos é de 62,4%, sendo 755 ocupados e 455 vagos.

A taxa de letalidade da doença é de 1,57%. As vítimas mais recentes são do Oeste catarinense e do Litoral Norte. Um homem de 62 anos, de Ponte Serrada, com doenças associadas, e outro de 47 anos, de Navegantes, sem comorbidades.

Municípios com mortes por Covid-19:

 

 

  • Agronômica - 1
  • Antônio Carlos - 4
  • Araranguá - 1
  • Balneário Arroio do Silva - 1
  • Balneário Camboriú - 2
  • Balneário Gaivota - 1
  • Blumenau - 3
  • Braço do Norte - 2
  • Caçador - 1
  • Camboriú - 3
  • Chapecó - 2
  • Cocal do Sul - 1
  • Concórdia - 7
  • Criciúma - 6
  • Dionísio Cerqueira - 1
  • Florianópolis - 7
  • Garuva - 1
  • Gaspar - 1
  • Gravatal - 1
  • Guabiruba - 1
  • Indaial - 2
  • Itajaí - 3
  • Itapema - 1
  • Ituporanga - 1
  • Jaraguá do Sul - 2
  • Joinville - 15
  • Laguna - 1
  • Massaranduba - 1
  • Navegantes - 5
  • Palhoça - 1
  • Papanduva - 3
  • Pedras Grandes - 1
  • Penha - 2
  • Ponte Serrada - 1
  • Porto Belo - 1
  • Pouso Redondo - 1
  • Rodeio - 1
  • Salete - 1
  • São Francisco do Sul - 1
  • São José - 2
  • São Ludgero - 1
  • Siderópolis - 1
  • Sombrio - 3
  • Tangará - 1
  • Tubarão - 3
  • Urussanga - 2
  • Xaxim - 1

 

 

Casos em municípios

 

Chapecó, no Oeste catarinense, permanece sendo a cidade com a maior quantidade de pacientes com 688 casos diagnosticados de Covid-19. Em seguida, estão Florianópolis (644), Blumenau (500), Concórdia (488), Joinville (386), Criciúma (350), Balneário Camboriú (280), Itajaí (272), Navegantes (220) e São José (122).

O município de Riqueza, localizado na região Oeste, passou a fazer parte da lista dos que têm pelo menos um caso confirmado da doença.

 

Municípios com casos confirmados:

 

 

  • Abelardo Luz - 3
  • Agronômica - 7
  • Água Doce - 6
  • Águas de Chapecó - 14
  • Águas Mornas - 2
  • Alto Bela Vista - 5
  • Anchieta - 4
  • Anita Garibaldi - 1
  • Antônio Carlos - 15
  • Arabutã - 18
  • Araquari - 21
  • Araranguá - 47
  • Armazém - 24
  • Arvoredo - 8
  • Atalanta - 3
  • Aurora - 4
  • Balneário Arroio do Silva - 16
  • Balneário Barra do Sul - 7
  • Balneário Camboriú - 280
  • Balneário Gaivota - 9
  • Balneário Piçarras - 24
  • Balneário Rincão - 3
  • Barra Velha - 11
  • Benedito Novo - 4
  • Biguaçu - 17
  • Blumenau - 500
  • Bombinhas - 2
  • Botuverá - 5
  • Braço do Norte - 105
  • Brusque - 113
  • Caçador - 19
  • Camboriú - 104
  • Campo Erê - 1
  • Campos Novos - 3
  • Canelinha - 1
  • Canoinhas - 14
  • Capinzal - 1
  • Capivari de Baixo - 20
  • Catanduvas - 11
  • Caxambu do Sul - 14
  • Chapecó - 688
  • Cocal do Sul - 12
  • Concórdia - 488
  • Cordilheira Alta - 1
  • Coronel Freitas - 1
  • Corupá - 1
  • Criciúma - 350
  • Cunha Porã - 9
  • Dionísio Cerqueira - 1
  • Entre Rios - 34
  • Faxinal dos Guedes - 13
  • Florianópolis - 644
  • Forquilhinha - 23
  • Fraiburgo - 12
  • Garopaba - 2
  • Garuva - 5
  • Gaspar - 36
  • Governador Celso Ramos - 24
  • Grão-Pará - 3
  • Gravatal - 25
  • Guabiruba - 5
  • Guaramirim - 33
  • Guatambu - 23
  • Herval d'Oeste - 7
  • Ibicaré - 1
  • Ibirama - 1
  • Içara - 24
  • Ilhota - 9
  • Imbituba - 33
  • Indaial - 51
  • Ipira - 5
  • Ipuaçu - 9
  • Ipumirim - 46
  • Irani - 51
  • Irati - 2
  • Itá - 18
  • Itaiópolis - 3
  • Itajaí - 272
  • Itapema - 53
  • Itapiranga - 5
  • Ituporanga - 8
  • Jaborá - 13
  • Jacinto Machado - 2
  • Jaguaruna - 9
  • Jaraguá do Sul - 87
  • Joaçaba - 21
  • Joinville - 386
  • Jupiá - 1
  • Lages - 57
  • Laguna - 14
  • Lauro Müller - 1
  • Lindóia do Sul - 54
  • Luiz Alves - 2
  • Luzerna - 2
  • Mafra - 6
  • Maracajá - 13
  • Maravilha - 10
  • Marema - 1
  • Massaranduba - 1
  • Meleiro - 9
  • Monte Carlo - 1
  • Monte Castelo - 1
  • Morro da Fumaça - 8
  • Morro Grande - 1
  • Navegantes - 220
  • Nova Erechim - 13
  • Nova Itaberaba - 1
  • Nova Trento - 4
  • Nova Veneza - 26
  • Orleans - 24
  • Ouro - 2
  • Paial - 9
  • Palhoça - 94
  • Palma Sola - 1
  • Palmeira - 1
  • Palmitos - 15
  • Papanduva - 14
  • Passo de Torres - 2
  • Paulo Lopes - 2
  • Pedras Grandes - 2
  • Penha - 53
  • Peritiba - 13
  • Pescaria Brava - 1
  • Petrolândia - 1
  • Pinhalzinho - 7
  • Piratuba - 8
  • Planalto Alegre - 11
  • Pomerode - 20
  • Ponte Serrada - 24
  • Porto Belo - 10
  • Porto União - 5
  • Pouso Redondo - 2
  • Praia Grande - 1
  • Presidente Castello Branco - 8
  • Quilombo - 5
  • Rancho Queimado - 2
  • Rio do Oeste - 2
  • Rio do Sul - 43
  • Rio Fortuna - 1
  • Rio Negrinho - 7
  • Rio Rufino - 1
  • Riqueza - 1
  • Rodeio - 4
  • Salete - 7
  • Sangão - 18
  • Santa Cecília - 4
  • Santa Helena - 1
  • Santa Rosa do Sul - 8
  • Santo Amaro da Imperatriz - 5
  • São Bento do Sul - 19
  • São Bernardino - 1
  • São Carlos - 15
  • São Domingos - 5
  • São Francisco do Sul - 25
  • São João Batista - 1
  • São João do Itaperiú - 5
  • São João do Sul - 1
  • São Joaquim - 1
  • São José - 122
  • São José do Cedro - 1
  • São Lourenço do Oeste - 4
  • São Ludgero - 29
  • São Martinho - 3
  • São Miguel do Oeste - 19
  • Schroeder - 1
  • Seara - 38
  • Siderópolis - 17
  • Sombrio - 54
  • Taió - 1
  • Tangará - 2
  • Tigrinhos - 3
  • Tijucas - 14
  • Timbé do Sul - 5
  • Timbó - 40
  • Três Barras - 27
  • Treze de Maio - 3
  • Treze Tílias - 2
  • Trombudo Central - 1
  • Tubarão - 121
  • Tunápolis - 2
  • Turvo - 3
  • Urussanga - 25
  • Vargem Bonita - 20
  • Vidal Ramos - 2
  • Videira - 8
  • Xanxerê - 72
  • Xavantina - 2
  • Xaxim - 34
  • Zortéa - 8
  • Outros estados - 37
  • Outros países - 3

Três jovens morrem e dois ficam gravemente feridos em acidentes nas rodovias de SC
Homem bate em esposa e desacata PM

Um homem foi preso por violência doméstica, dano ao patrimônio público e desacato em Braço do Norte. 

Segundo a polícia, a ocorrência foi atendida na rua Padre João Bosco Sombrio, no bairro Floresta, por volta das 12h50 de terça-feira.

A esposa, de 30 anos, relatou para a guarnição que o marido estava bastante alterado, fazendo ameaças, e que ele chegou a quebrar o portão da casa e um celular durante uma discussão.

Os policiais tentaram conversar com o suspeito, mas ele disse que não queria a polícia ali e que eles não deveriam se meter na briga. Em determinado momento, o homem começou a agredir verbalmente a guarnição.

O marido chegou a fugir da casa, pulando uma janela, mas depois retornou à residência e foi detido pelos agentes. Segundo a polícia, a todo momento ele resistiu à prisão, tentou agredir os policiais e, ao entrar na viatura, chutou e danificou parte do carro oficial. O homem foi encaminhado para a delegacia.

Super Santa migra para FM nesta quarta feira
Rapidez na liberação do transporte é cobrada

Há mais de 60 dias, desde o início da pandemia pelo coronavírus, o transporte público segue suspenso no Estado. Esta semana, o setor empresarial propôs medidas de segurança para a retomada da atividade. De acordo com o gerente do Consórcio Cidade Azul, Edevar Savi, está cada vez mais complicada a sobrevivência das empresas.

“Precisamos voltar ao trabalho. Pedimos que autoridades ao menos deixem retomar com todas as regras que forem necessárias. Entendemos a gravidade da doença, estamos dispostos a nos adequar às mudanças. Ao menos vamos tentar para que possa ser feita uma avaliação. A situação está cada vez mais complicada”, desabafa Edevar.

Um documento assinado pelos presidentes das federações das indústrias (Fiesc), do comércio (Fecomércio), da agricultura (Faesc), dos transportes (Fetrancesc), das associações empresariais (Facisc), das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) e das micro e pequenas empresas (Fampesc), foi enviado ao secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Augusto Vieira, sugerindo um conjunto de medidas de segurança que permita a retomada do setor. Entre as medidas estão uso de máscara, ocupação de 70% da capacidade dos ônibus e higienização. Em nota, a pasta informa que as análises referentes à retomada com segurança do transporte coletivo de passageiros já foram realizadas e serão entregues para avaliação do governador Carlos Moisés, que fará as devidas deliberações e encaminhamentos.

Na terça-feira, o governador Carlos Moisés esteve reunido com a diretoria da Fecam para tratar do assunto. Porém, o governo manteve a suspensão. O presidente da Fecam, Saulo Sperotto, acredita que o serviço de transporte coletivo deva retomar após a apresentação dos dados, mas que a circulação dos ônibus não deve ocorrer em todo o Estado. “Estamos evoluindo nesse debate. Já tivemos reunião com o secretário de Infraestrutura para alinhar alguns regramentos. A retomada do serviço vai depender da situação do coronavírus em cada região, o momento vivido naquele local, a intensidade atual de contaminação e outros cuidados”, diz.

A expectativa agora é para a reunião que deve acontecer amanhã entre o governador e secretários de saúde das cidades catarinenses. O reunião deve acontecer às 10h.

“A volta do transporte não apenas será um benefício das empresas, que neste momento estão desesperadas. Mas também do trabalhador, que depende do ônibus, da van e deste serviço para se locomover para seu local de trabalho”, avalia Edevar.