TODAS AS NOTÍCIAS
Dupla de SC planeja início cadenciado no Rally dos Sertões
Segredo é a arma do Criciúma para buscar vitória sobre o Oeste
Museu Usina é criado oficialmente em Imbituba
Lutador tubaronense de MMA ensina técnicas a policiais militares
PMs são homenageados
Comerciantes são rendidos em assaltos

Dois estabelecimentos comerciais foram alvos de assaltantes. Em ambos os casos, registrados em Tubarão e Sangão, os suspeitos renderam os comerciantes e, munidos de arma de fogo, anunciaram o crime, e em seguida fugiram levando pertences e dinheiro. Os alvos foram um bar e um mercado.

De acordo com a Polícia Militar (PM), um bar localizado em Tubarão foi o primeiro alvo. O crime aconteceu no bairro Oficinas. No estabelecimento, os clientes e o proprietário foram rendidos pelos suspeitos que, armados, mandaram que todos baixassem as cabeças. Em seguida, passaram a buscar pelos pertences de valor.

Do local, segundo relato das vítimas, foram levadas apenas bebidas alcoólicas. Após a fuga, os policiais foram acionados, realizaram rondas pelo bairro, mas ninguém foi encontrado. Horas mais tarde, ainda na quarta-feira, um mercado em Sangão registrou o mesmo crime. Desta vez, um casal é acusado.

Por volta de 21h, a dupla chegou ao estabelecimento, localizado às margens da Estrada Geral do Orvalho. Na abordagem, um dos proprietários estava no banho. Uma mulher estava no caixa quando os suspeitos chegaram em um veículo GM Corsa e, ao entrar no mercado, mostraram uma arma de fogo, anunciando o assalto.

Rendida, a vítima entregou o dinheiro que estava no caixa do estabelecimento. Em seguida, o casal de assaltantes não foi localizado. Até o fechamento desta edição, nenhum dos suspeitos havia sido preso.

Bancos anunciam redução de juros

A redução da taxa Selic (juros básicos da economia), para 9,25%, anunciada recentemente pelo Banco Central, pode fazer com que o sonho de muitas pessoas em comprar o primeiro imóvel ou sair do aluguel fique mais próximo.

Isso porque, logo após esta redução, as principais instituições financeiras anunciaram a queda nas taxas de juros para financiamento de imóveis.

Entre as informações divulgadas, as taxas do Sistema de Financiamento de Habitação (SFH), que é o mais utilizado, variam entre 9,33% e 11,40% ao ano. Especialistas do setor acreditam que, até o fim do ano, este índice deve cair ainda mais. Sendo assim, os juros devem chegar a um patamar de 8% ao ano.

O diretor de operações da Athena Construções, Edson Martins Antônio, diz que o momento é animador para o mercado.

“Com a redução da taxa Selic, os bancos reduziram as taxas para o crédito imobiliário, possibilitando assim um impulso para a comercialização dos imóveis. Isso é ótimo para o setor. Acredito que vários fatores vêm contribuindo e continuarão colaborando para a redução das taxas, facilitando ainda mais a aquisição do imóvel”, comentou o profissional.

O Sistema Financeiro de Habitação (SFH) financia imóveis de até R$ 650 mil, empregando recursos das contas de poupança ou repassados pelo FGTS, no financiamento da aquisição e na construção de imóveis residenciais.

Já o Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), além de cobrar juros mais altos, realiza os financiamentos imobiliários, que ocorrem fora das regras do SFH, sem o uso do FGTS.

Edital de estacionamento rotativo ainda sem previsão para ser lançado
Mercado Público: situação de obra não tem mudança
Licitação para obra da passarela é finalizada
Condutor perde controle e capota
Número de passageiros de 2016 é superado em 7 meses